Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Borboleta

Imagem
Uma borboleta azul pousou em minha janela
e trouxe com ela um novo olhar,
uma contradição:
mais realismo diante da vida,
mais sonho para temperar a vida.

Uma borboleta azul pousou em minha janela
e trouxe com ela uma nova estratégia,
uma preparação:
é possível trazer o longe pra perto,
pra saudade ainda existe saída.

Uma borboleta azul pousou em minha janela
e trouxe com ela uma doce certeza,
uma revelação:
nada é pra sempre,
muito menos a distância;
não é o fim a partida...

Ainda é das minhas mãos o poder
de transformar o dia cinzento
em tarde multicolorida.

Desejo

Quero estar sempre em estado de doce loucura
para suprimir o que há de amargo na vida.

Levemente Absorta

Debruçada em minha janela
ouço o barulho das ruas:
carros, pessoas e pressa,
muita pressa.

Não é difícil deixar-me levar pelos pensamentos
aos momentos doces, às memórias marcantes,
lembranças cheirosas do meu caminho.
Fecho os olhos e, sem esforço, consigo
ouvir os risos, sentir os toques,
enxergar novamente o brilho em cada olhar,
em cada gesto;
cada detalhe carregado de tanto sentido.

Inspiro e expiro lentamente.
Sinto com clareza cada batida do meu coração.
Sorrio para o imenso céu azulado do início da noite
ao perceber que, talvez, nesse mundo inteiro
eu seja a única a não ter pressa.

Coisa boa nessa vida é ter algo para sentir saudade.


*******


E o menino com o brilho do sol
Na menina dos olhos
Sorri e estende a mão
Entregando o seu coração
E eu entrego o meu coração
E eu entro na roda
E canto as antigas cantigas
De amigo irmão
As canções de amanhecer
Lumiar e escuridão

E é como se eu despertasse de um sonho
Que não me deixou viver
E a vida explodisse em meu peito
Com as cores que eu não sonhei
E é como se eu de…