Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Flor

Imagem
Hoje comemoro o germinar de uma flor,
bela por estética,
mas principalmente por essência.

Exala o perfume das boas histórias,
boas risadas,
espalha o frescor de sendo adulta,
ser criança.

Flor viva, que dá cor aos dias mais cinzentos,
que dá brilho aos bons momentos,
que marca nossa memória.

Flor Lícia,
seja regada com a água mais pura
da longevidade,
da alegria,
do amor,
da minha amizade!

Ele existe?

Você,
já parou para se perguntar se o futuro existe?
Essa coisa que a gente persegue,
que a gente planeja, arquiteta;
o tal sujeito pra quem a gente deixa tudo
que não quer ou não pode fazer agora...

Existir, ele existe, penso eu.
Mas eu nunca alcanço, nunca chego lá,
nele, no tal de futuro.
O presente...
é o que eu tenho; e não por muito tempo,
pois esse é também afoito ao escapar das mãos.

Esse é o meu tempo, é o que posso experimentar,
é onde posso exprimir dor e alegria,
e prazer... prazer em viver, em permitir-me sorver
cada dia de sol, de chuva, os perfumes e as cores,
que, sabe Deus, podem não ser tão vivas nesse tal futuro.

É...
acho que eu é que não quero estar
ao alcance do tempo.