Somos

somos qualquer ponto
entre o próximo e o distante,
somos qualquer nota
entre o afinado e o dissonante,
somos qualquer tipo,
o mais correto, o mais errante.

somos um e somos todos,
a cada instante,
o agora,
o sempre
e o inconstante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imperativos

Bilhete de desculpas